Ir para o conteúdo

Ir para o menu

Minha foto
Nome:
Local: Itatiba, SP, Brazil

O pra sempre, sempre acaba...

07/02/2010

Quanto tempo pode durar o "pra sempre"?
Não importa, mais dia ou menos dia ele sempre acaba.

Deitada olhando pro teto fecho meus olhos e sinto a cabeça rodar, passeio dentre as minhas lembranças, retomo algumas emoções...
É uma noite quente, estou sem sono, o céu esta estrelado e meu coração vazio...

Dizer " eu te amo" pode ser dificil, mas dizer " eu não te amo" é ainda mais complicado.
Como voltar atrás e explicar que o pra sempre chegou ao fim. Como convencer que não foram mentiras, que não foi em vão, simplesmente acabou.
Podemos amar por alguns meses, dias, podemos amar alguém em um simples momento e isso pode sim, ser verdadeiro.

Mas e agora?
Acordei certa manhã e procurei o amor, vasculhei cada cantinho tentando encontrar as borboletas, por mais que eu tentasse não consegui achar o "pra sempre", o "eu te amo" não estava mais ali...
Não senti sua falta do meu lado na cama, nem reparei no seu perfume que havia ficado na minha roupa, não tive vontade de ligar e nem de te ver, meus planos não mais incluiam você...
Onde esta o amor?
Será que perdi ontem a noite dentre os drinks que bebi? Se eu voltar la será que posso encontra-lo e tudo voltará a ser como antes?
E quando você me diz tão docemente " eu te amo", eu respondo " eu também", assim como quem diz "bom dia" ou "obrigada", sai automáticamente, eu nem sinto o que estou dizendo...

Como pode tudo mudar, aquela pessoa que me fez tremer, que me fez ficar apavorada só de pensar que um dia pudesse perde-la, logo ele, ele que me trouxe esperança, que me conquistou, ele que me fez sentir como se o pra sempre realmente existisse.
E agora?
Como olhar nesses olhos e dizer " eu não te amo", como explicar que esse foi mais um " pra sempre" que terminou como muitos outros que ja se foram e que outros estão por vir?

Eu não sei, não sei dizer que eu não te amo, as palavras ficam aqui vagando em minha boca, num vai e vem que me causa naúseas, me sinto sufocada, no entanto essas quatro palavras não saem de minha boca, estão estampadas nos meus olhos...mas não consigo dizer...
Não é nada com você, nem existe mais ninguém, são somente coisas da vida...
Não sei como dizer que acabou, também não sei ama-lo mais...
O pra sempre acabou...virou " era uma vez"...

por ♥ Janinha ♥ @ 17:14

3 Comentários

Blogger nkrock@hotmail.com diz...

Excelente texto, me faz lembrar Sartre, tudo é finito. Parabéns.

7 de fevereiro de 2010 17:24  

Anonymous Anônimo diz...

Olá darling, há muito não aparecia por aqui. Hj resolvi ler um dos seus belos textos.Esse particularmente me fez lembrar da finitude e a efemeridade q é a nossa vida. Na hora lembrei deste poema do Drummond. Imagino q vc já o conheça, mas mesmo assim é muito bonito.
Beijo,

Vagner


"Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão"

16 de abril de 2010 15:32  

Anonymous Anônimo diz...

SANTO DEUS!!!

ESTOU VIVENDO HJ O INSTANTE DO "PRÁ SEMPRE" QUE, POR LAMENTÁVEL NÃO DUROU PRÁ SEMPRE. E É DEVERAS DURO!

9 de novembro de 2010 07:42  

Postar um comentário

<< Home

Voltar ao menu